10 segredos para uma interface de sucesso

Experiência do usuário é um tema recorrente aqui no blog. O UX Design ocupa um dos papéis mais importantes no desenvolvimento de apps. É através da criação de uma interface intuitiva e bem planejada que uma boa experiência será proporcionada

Jakob Nielsen é cientista da computação com PhD em interação homem-máquina. Como estudioso da área criou as 10 heurísticas essenciais para um bom resultado de usabilidade.

1 – Visibilidade do status do sistema
Assim como na vida real, precisamos de informações percebidas através de estímulos sensoriais. O sistema necessita informar ao usuário o que está acontecendo durante a interação. O usuário deve receber um feedback de todas as ações feitas.
Um exemplo disso é o layout da página de vídeos do YouTube. O sistema nos informa em qual minuto o vídeo está e quais serão os próximos a serem reproduzidos. Dando uma noção de espaço e localização do sistema.

visibilidade-sistema

2 – Compatibilidade entre sistema e realidade
O design e a usabilidade de um sistema precisam estar familiarizados com a realidade do usuário. As frases, formas e recursos de interação precisam estar conectados com o que é consumido por quem está utilizando o produto. A utilização de ícones facilitam esse processo pois promovem associação com o mundo real.

compatibilidade-realidade

3- Controle e liberdade do usuário
Quando o usuário encontrar situações inesperadas ou de erro precisa localizar com facilidade os atalhos para desfazer ou refazer ações. A aba de desfazer encontrada no e-mail é um exemplo:

controle-liberdade

4 – Consistência e padrões
O usuário está adaptado às conveções das plataformas. O design deve seguir as guidelines e especificações de cada uma delas para ser intuitivo e de fácil navegação. No sistema iOS por exemplo, as notificações sempre aparecem em um círculo vermelho, isso cria um código padrão para o usuário. Toda vez que um círculo vermelho é mostrado, entende-se que há notificações não lidas.

consistencia-padroes

5 – Prevenção de erros
Prevenir possíveis erros é a melhor forma de fazer uma interface de sucesso. Estudar e observar o comportamento do usuário durante a navegação é uma maneira de evitar deslizes. O Google faz isso muito bem com um sistema que prevê possíveis erros de digitação. Ao digitar “desenvolvimento de apes”o resultado oferecido é para “desenvolvimento de apps”, que é a maneira correta.

prevencao-erros

6 – Aumentar o reconhecimento e diminuir a memorização
O usuário não deve memorizar o caminho percorrido na navegação. Atalhos devem ser indicativos e a trajetória feita deve ser de fácil acesso.
O site do Governo de Minas é um exemplo. Durante a navegação, todo o percurso feito é mostrado em um campo lateral:

reconhecimento-caminho

7 – Flexibilidade e eficiência
O sistema deve ser útil tanto para usuários experientes, quanto leigos. A navegação deve permitir customização e personalização para que cada um se adapte da melhor maneira à plataforma. A interface deve ter o intuito de resolver um possível problema. O Product Hunt faz isso muito bem, proporcionando ao usuário a possibilidade de escolher a categoria desejada para navegar e mostrando os principais apps em destaque logo na primeira tela.

flexibilidade-usabilidade

8 – Estética e design minimalista
O design da interface não deve ter informação extra, é necessário selecionar apenas o que é relevante para uma navegação de qualidade. A aparência de uma interface deve ser limpa, simples e de fluxo natural. O Medium é um exemplo de como o design pode ser básico e funcional.

design-minimalista

9 – Ajuda aos usuários
O usuário deve ser capaz de reconhecer, diagnosticar e resolver problemas.
Telas informativas, indicações e mensagens de erro precisam ser claras e objetivas. O Ruzzit mostra uma mensagem quando o login é feito de forma incorreta:

Capturar

10 – Ajuda e documentação
Demonstrações, ilustrações e passo-a-passo nem sempre são necessários, mas são bem vindos. Caso o usuário possua dúvidas sobre a utilização ou arquivamento deve encontrar o suporte de maneira fácil. O Walmart mostra a indicação do código de segurança do cartão de crédito, para que o usuário encontre o número de forma mais fácil.

ajuda-documentacao

A utilização dessas heurísticas não é obrigatória em um projeto de desenvolvimento, mas caso sejam usadas o ganho em usabilidade é aumentado e resultados mais assertivos podem ser obtidos. Afinal, ninguém gosta de se sentir perdido durante uma navegação, né? Experiência é tudo!

Inovação na sua caixa de entrada

Receba conteúdo relevante. Grátis e sem spam.