Realidade Virtual: a tecnologia que recupera memórias

Tecnologia do bem é um assunto recorrentes aqui no blog. Em alguns artigos anteriores discutimos sobre o case do laboratório Hermes Pardini e como a sinestesia cria experiências fantásticas. Mostramos, também, como algumas plataformas e dispositivos podem auxiliar no dia-a-dia das pessoas.

Hoje o tema é Realidade Virtual, a tecnologia que, além de entreter e divertir, pode ajudar em tratamentos psicológicos, recuperando memórias de pacientes em estado de demência.

A cada 3 minutos uma pessoa é diagnosticada com demência, por isso a VRTU, startup inglesa vencedora do AppFactor UK, tem como intuito usar a tecnologia para diminuir o número de pacientes com a doença no Reino Unido.

Recriando ambientes antigos, o app, desenvolvido pela ioasys, e um headset permitem que os pacientes revisitem lugares importantes, estimulando a recuperação da memória.

Outra iniciativa usando Realidade Virtual foi feita pela Intel e pela plataforma Razões Para Acreditar. Os idosos do Solar das Mercedes, uma casa de repouso em SP, experimentaram a tecnologia:

Iniciativas como essas motivam cada vez mais a utilização da tecnologia como ferramenta que ultrapassa o entretenimento, ajudando pessoas e promovendo o bem-estar!

Já experimentou a realidade virtual? O que achou da experiência!

Inovação na sua caixa de entrada

Receba conteúdo relevante. Grátis e sem spam.